Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

Quilombo das Américas

Os índios no Rio de Janeiro

Site resume em 4 passos e com vídeos muito interessantes e de curta duração, a história e a importância dos índios no Rio de Janeiro desde a época colonial até a distribuição das terras indígenas nos dias atuais. Os vídeos são narrados e contêm entrevistas com descendentes de indígenas.

Os 4 passos estão no link
http://www.pensario.uff.br/mapa/indios-rio-de-janeiro

Localização e situação fundiária das terras indígenas no Rio de Janeiro (RJ)

Imagem
Os indígenas no Rio de Janeiro estão distribuídos em sete terras situadas no litoral do estado, em área de Mata Atlântica. Dados de 2010 indicam que lá vivem 567 índios Guarani do subgrupo Mbya e, em menor quantidade, Ñandeva ( Funasa, 2010). Os guarani representam 94% dos 602 índios que habitam TI's naquele estado.
http://www.cpisp.org.br/indios/html/uf.aspx?ID=RJ

Povo indígena Guarani-Kaiowá é vítima de massacre devido a disputa por terras em Mato Grosso do Sul (MS)

Imagem
                                                                                     Daiara Tukano | Fotos: Reprodução/Facebook Um depoimento gravado pela militante indígena Daiara Tukano ganhou repercussão nas redes sociais, na última semana. O vídeo fazia um apelo aos movimentos sociais e ativistas para que se unissem à luta contra o massacre do povo Guarani-Kaiowá, vítima da disputa por terras no município de Antônio João, no Mato Grosso do Sul (MS). https://www.youtube.com/watch?v=T662Dt1dniA Daiara é indígena do povo Tukano, formada em artes pela Universidade de Brasília, mestranda em direitos humanos, educadora, artista e militante indígena e feminista. Em entrevista ao Brasil de Fato, ela fala sobre a miséria e as ameaças sofridas dentro dos territórios em que os Guarani-Kaiowás vivem, sobre a articulação dos proprietários de terra no Congresso e a dificuldade na mediação de conflitos ligados à demarcação de terras indígenas. “Nós somos as vítimas do maior genocídio da humanidad…

Quilombos e a Legislação brasileira

Imagem
Com o objetivo de contribuir para a garantia dos direitos das comunidades quilombolas, a Comissão Pró-Índio de São Paulo se dedica a pesquisar e a divulgar como esses direitos vêm sendo reconhecidos na legislação, implementados pelo governo e interpretados pelo Poder Judiciário. O "Programa de Monitoramento Comunidades Quilombolas e Direitos Territoriais" desenvolve três linhas de pesquisa cujos resultados estão disponíveis no sítio eletrônico da CPI-SP: Legislação - monitoramento das disposições legais referentes às comunidades quilombolas abrangendo as normas federais e estaduais, as legislações de Colômbia, Equador, Honduras, Nicarágua e instrumentos internacionais. Regularização das Terras de Quilombo[+]- monitoramento dos processos de regularização de terras de quilombo em curso nas Superintendências Regionais do Incra e das titulações efetivadas pelo governo federal e governos estaduais. Ações Judiciais[+]- monitoramento das ações judiciais envolvendo comunidades quilombol…

Documentário “Racismo: uma história“

Imagem
Produzido pela BBC, em 2007, o vídeo “Racismo: uma história“ tem a direção de David Olusoga, historiador britânico-nigeriano e documentarista premiado. Seus trabalhos para rádio e televisão têm explorado os temas do colonialismo, da escravidão e do chamado “racismo científico”. O documentário inicia-se com a imagem de esqueletos espalhados sobre a areia do deserto da Namíbia: lembrança do genocídio da população nativa pelo racismo dos colonizadores alemães. Apresentando imagens de arquivos e depoimentos de professores de universidades britânicas e africanas. o vídeo traça um amplo painel histórico do racismo do século XIX chegando até meados do século XX. https://youtu.be/wYQr5P46vek Em tempo: acusaram-me de racista. Para quem me acusou, um trecho do poema de C. Meireles: "pelos caminhos do mundo, nenhum destino se perde, há os grandes sonhos dos homens e a surda força dos vermes".

História do Candomblé no Rio de Janeiro

Imagem
Evento gratuito

Prestes A Ressurgir: Para download: "Rebelião escrava no Brasil. A hist...

Prestes A Ressurgir: Para download: "Rebelião escrava no Brasil. A hist...: REIS, João José . Rebelião escrava no Brasil . A história do levante dos malês (1835). São Paulo: Brasiliense, 1986. LINK PARA DOWNLOAD...

Livro: Qualquer chão leva ao céu

Imagem
Ratas de biblioteca publicaram em 2012 resenha Sobre o Livro "QUALQUÉR Chão lev Ao céu" de Cristina da Costa Pereira, na qua relatam that o Personagem "descobriu Uma parte da História e de dos trajes Desse povo [Cigano], acabando, Assim, com um Imagem equivocada Que possuía Graças a lendas Passadas um ELE Por Um tio [...]. Éles Vivem de forma diferente Uma, mas aceitar como Diferenças E Fato primordial na Execuções da paz ". (Leocádio, 2012).
- Que tal uma Começar SUA parte na Mudança de Conceito, lendo e recomendando?

http://www.ratasdebiblioteca.com/2012/03/resenha-livro-qualquer-chao-leva-ao-ceu.html

Bibliografia Cigana Vasta

Imagem
Presidente do Centro de Cultura Cigana-MG, Zarco Fernandes, publicou via webnode, rica Bibliografia Cigana Pará "possibilitar AOS Pesquisadores o Acesso ao Seu ACERVO, that Já PODE Ser adquirido em Português, Espanhol, Francês, Inglês e Alemão, Impresso e also digitais . " (FERNANDES, 2011).

http://zarcofernandes.webnode.com.br/bibliografia-cigana/

Memorial ao Holocausto Cigano

Imagem

Holocausto-Doc

Imagem
Mensagem de Ian Hancock em 2012 relata Sobre o Genocidio dos Roma [Sinti] no Holocausto. Seu texto menciona REFERÊNCIAS pertinentes à Pesquisa.

http://holocausto-doc.blogspot.com.br/2012/01/genocidio-roma-cigano-holocausto.html

Inventário dos Lugares de Memória do Tráfico Atlântico de Escravos e da História dos Africanos Escravizados no Brasil

Imagem
O trabalho de organização foi coordenado pelo Laboratório de História Oral e Imagem (LABHOI) da Universidade Federal Fluminense. O Inventário dos Lugares de Memória do Tráfico Atlântico de Escravos e da História dos Africanos Escravizados no Brasil" reúne 100 Lugares de Memória e foi construído a partir da indicação e contribuição de diversos historiadores, antropólogos e geógrafos do país, após consultas e intensas trocas de informações.

http://goo.gl/H9E9WU

Manual para Inclusão Social nas Comunidade Ciganas

Imagem
Manual de Sensibilização para a Elaboração de Políticas de Inclusão Social das Comunidades Ciganas promovido pela Fundación Secretariado Gitano, Madrid, Espanha, e co-financiado pela European Commission e Ministerio de Trabajo y Asuntos Sociales, e disponibilizado pelo DHNET.

http://www.dhnet.org.br/direitos/sos/ciganos/a_pdf/manual_ue_comunidades_ciganas.pdf

Lista de Contatos Ciganos do SOS Cidadania

Imagem
Núcleo de Estudos Ciganos do DHNET disponibiliza na web lista de contatos para maiores informações sobre Ciganos e Cultura Cigana.
IMAGEM:  Jpg representativa da pintura Life Among The Gypsies Seville, 1853, do pintor
John Phillip (1817-1867), utilizada por 1st-art-gallery.com para comercializar reproduções.
http://www.dhnet.org.br/direitos/sos/ciganos/contatos.htm

Bibliografia do Núcleo de Estudos Ciganos (NEC) no Recife-PE

Imagem
Localizada Bibliografia brasileira e estrangeira disponível para consulta de pesquisadores ciganos e não-ciganos no Núcleo de Estudos Ciganos (NEC) do DHNET.
FOTO: Marji Lang
http://www.dhnet.org.br/direitos/sos/ciganos/bibliografia_cigana.html

Embaixada Cigana do Brasil: Projeto Romani Rota

Imagem
Projeto de Ingrid Ramanush visa  minimizar as atitudes de preconceito e discriminação, por parte dos não ciganos, com relação a membros de nossa etnia, da qual minha família se inclui.

O Romani Rota consiste em uma palestra sintética abordando: êxodo, diáspora, chegada à
Europa, chegada ao Brasil e as influências da Cultura Cigana na formação da Cultura Brasileira.

Quero sinalizar aqui que eu repudio qualquer forma de preconceito e perseguição. Perseguição nem sempre é frontalmente feita, na maioria das vezes ela é mascarada com moralismos, difamação, calúnia e injúria e sempre acompanhada de acusações vis que deixam a 'verdade' dos não ciganos sobrepor aos fatos.Portanto, EU REPUDIO oque está ocorrendo comigo e com minha família que anda a flor da pele por tanta perseguição institucional.

Link do projeto e acesso aos documentos do projeto:http://www.embaixadacigana.org.br/romani_rota.htm

Link de acesso à página dos Direitos dos Ciganos no Brasil:http://www.embaixadacigana.org…

Documentário "Ser Cigano"

Imagem
Estamos interessados no documentário Ser Cigano, produzido em 1992 sobre a vida do povo cigano, gravado em Brasília, Rio de Janeiro e Goiânia. Uma co-produção de Rosa Azul - Câmera Comunicação e Arte Ltda.

Se alguém tomar conhecimento de onde possamos encontrá-lo, favor nos contactar.

Ciganos Omissos e Omitidos na Historiografia

Imagem
Esta postagem enumera textos resultantes da pesquisa realizada pelo Historiador Pinto, C. E. G. A. e publicados no blog thegypsyhistory, onde se identifica como Rodrigo Gevegir, e no qual se introduz informando que
Nesta abordagem cientifica, busco enunciar e esclarecer tópicos da cultura cigana, sem de modo algum esgotar o leque de possibilidades de novas pesquisas. É importante saber que nunca ninguém pode dizer que escreveu a história dos ciganos, seria um devaneio, pois o que podemos enunciar são meros ensaios. (GEVEGIR, 2008). http://www.thegypsyhistory.blogspot.com.br/

POSTS de Rodrigo Gevegir O misticismo, e as cerimônias ciganas
Ciganos denominação: língua e etnia
Contexto dos ciganos em Portugal
Holocausto cigano
Chegada da família real portuguesa, os ciganos no Rio de Janeiro
Ser cigano
Degredo, crime e castigo: os primeiros ciganos no Brasil
Lista de alguns filmes sobre a cultura cigana, ou que tenham ciganos em seus enredos Neste post, oferece destaque para as atrizes Gina Lollobrigi…

Livro - HISTÓRIA GERAL DA ÁFRICA • VI África do século XIX à década de 1880

Imagem
Disponível no Domínio Público.

UNESCO Representação no BRASIL Ministério da Educação do BRASIL Universidade Federal de São Carlos. A coleção História Geral da África tem cerca de dez mil páginas, distribuídas nos oito volumes. Criada por iniciativa da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), aborda desde a pré-história do continente africano até os anos 1980.



http://canaldoensino.com.br/blog/colecao-de-livros-gratis-sobre-historia-geral-da-africa

"Histórias do Povo Negro: Mães de Santo". Por Agnes Mariano. Mulheres africanas e brasileiras na diplomacia, resistência e desenvolvimento cultural

Imagem
"Na África, as mulheres yorubás participavam do conselho dos ministros, tinham organizações próprias e chegaram a liderar um intenso comércio que incluía rotas internacionais. Foi por isso que, na Bahia do início do século XIX, elas conseguiram o que parecia impossível: deram à luz uma organização religiosa que conciliava tradições de diferentes povos, resistindo à miséria da escravidão e à perseguição policial".
Imagem: Mãe Aninha. por Agnes Mariano
https://historiasdopovonegro.wordpress.com/2007/11/08/maes-de-santo/

DIVULGANDO: MAPA DE CONFLITOS ENVOLVENDO INJUSTIÇA AMBIENTAL E SAÚDE NO BRASIL

Imagem
"Este Mapa de conflitos envolvendo injustiça ambiental e Saúde no Brasil é resultado de um projeto desenvolvido em conjunto pela Fiocruz e pela Fase, com o apoio do Departamento de Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde. Seu objetivo maior é, a partir de um mapeamento inicial, apoiar a luta de inúmeras populações e grupos atingidos/as em seus territórios por projetos e políticas baseadas numa visão de desenvolvimento considerada insustentável e prejudicial à saúde por tais populações, bem como movimentos sociais e ambientalistas parceiros".

http://www.conflitoambiental.icict.fiocruz.br/

POPULAÇÕES ATINGIDAS Seguindo a explicação do item anterior, as principais populações atingidas são as que vivem nos campos, florestas e região costeira nos territórios da expansão capitalista: povos indígenas, agricultores familiares, comunidades quilombolas, pescadores artesanais e ribeirinhos. Mas também se destacam populações urbanas, como moradores em áreas próximas…

Biblioteca Virtual Consuleo Pondé

Imagem
A Biblioteca Virtual Consuelo Pondé é uma biblioteca temática, especializada na História da Bahia. O seu acervo é composto de publicações digitais, obras que se encontram em domínio público ou que foram devidamente autorizadas pelos autores para publicação e guarda, de acordo com a Lei nº 9.610 dos Direitos Autorais, assim como links e referências do material disponibilizado na Web referentes ao tema. Assim, apresenta-se como uma biblioteca híbrida por funcionar tanto como uma biblioteca digital (disponibiliza conteúdos na íntegra para download), quanto como biblioteca virtual (serviço de referência eletrônico ao disponibilizar apenas links e referências dos materiais).  O site da Biblioteca Virtual Consuelo Pondé é o espaço para divulgação do acervo e da História. Através das revistas, das exposições e dossiês, com curadoria e textos de pesquisadores, o internauta vai conhecer a produção historiográfica sobre a Bahia.  O objetivo principal da Biblioteca Virtual Consuelo Pondé é torn…